O Livro

 

capa

CICLOS ETERNOS – SUBMUNDO

Existe um limite entre o real e o imaginário? Até que ponto se pode viver enraizado na realidade e abandonar os sonhos?

Sâmia luta entre o real e o que julgou ser imaginário enquanto faz criticas sobre livros de fantasia em um jornal local. Tentando por anos sufocar seus desejos mais profundos, a fantasia retorna trazendo com ela valores extremamente reais.

O pré-julgamento nos faz refletir quantas vidas foram perdidas ou desperdiçadas pela falta de coragem de se buscar uma certeza, o comodismo de acreditar no mais óbvio, decidir sua vida pelo modo mais conveniente? O Submundo sai das sombras se revelando à humanidade, mostrando a mágica, a doçura, os medos e os demônios existentes em cada um. A oportunidade que Sâmia precisava juntamente com todas as criaturas mágicas de um reino paralelo ao mundo real, o temível, misterioso e atrativo rei e muitos outros seres que ela jamais imaginou encontrar chegam para ensiná-la a viver sem ter que eliminar a mágica de sua existência. A força do pensamento é a forma mais real de se fazer “mágica”, e uma vez que a maioria da humanidade é capaz de pensar, logo a mágica é única em cada ser, basta o bom senso para equilibrar os dois mundos e não deixar-se ser consumido por nenhum dos dois. Bem-vindo à fantástica viagem dos sonhos, onde somente os sábios saberão vive-los e os demais continuarão apenas existindo.

Editora Chiado